Crimes dos internos que fugiram do Compajaf nesta quinta-feira, 21

 

Sejuc divulga nomes dos internos que fugiram do Compajaf nesta quinta-feira, 21
Sejuc divulga nomes dos internos que fugiram do Compajaf nesta quinta-feira, 21

Erisvaldo Cardoso Crispim, 26 anos

11/01/2018

Policiais do Complexo de Operações Policiais Especiais da Polícia Civil (Cope) e da Polícia Militar efetuaram as prisões de Erisvaldo Cardoso Crispim e Thiago Assis Santos, acusados tentativa de homicídio na última sexta-feira, 5, durante a Festa de Santos Reis, na cidade de Salgado.

De acordo com as informações, a vítima identificada como Tauyles Santos Ferreira, 18 anos, estava no local onde ocorria um show no Centro do município quando foi atingido por um disparo de arma de fogo. Na mesma noite, foram iniciadas as diligências e o primeiro suspeito foi preso no sábado seguinte. Durante interrogatório, Erisvaldo confirmou participação no crime e revelou a identificação do segundo envolvido.

O inquérito foi instaurado, as prisões preventivas representadas e deferidas. As equipes chegaram até Thiago, que confessou ter sido o autor do disparo. O acusado disse ainda que a motivação para o crime teria sido um esbarrão durante o show. Os acusados tinham mandados de prisão em aberto pelos crimes de homicídio e roubo (majorado). Ambos estão presos e serão encaminhados ao sistema prisional.

Carlos Alberto Cassiano de Freitas, 35 anos

PF apreende droga avaliada em R$ 8 milhões

7 de março de 2016

A Polícia Federal em Sergipe apreendeu uma carga milionária de pasta base de cocaína avaliada em R$ 8 milhões.  A apreensão da droga ocorreu durante uma operação realizada na noite de domingo no município baiano de Tucano, que culminou com a prisão em flagrante quatro pessoas, entre elas o dono do entorpecente Carlos Alberto Cassiano de Freitas, 31, conhecido com Tatu.  Um quilo de pasta base chega a custar R$ 10 mil e com essa mesma quantidade se faz três quilos de cocaína.

O policial federal Márcio Lopes contou que a  prisão aconteceu no  momento em que as outras pessoas faziam a entrega da droga a Tatu, que estava escondida no fundo falso de uma carreta bitrem. Todos estão presos no Complexo Penitenciário Advogado José Jacinto Filho (Compajaf) e vão responder por associação para o tráfico e tráfico  interestadual de drogas.

Márcio disse que essa investigação começou em agosto do ano passado, em Lagarto, quando da apreensão de 630 quilos de maconha. Foi a partir daí que se descobriu que havia uma organização criminosa responsável por transportar,  distribuir e vender drogas em Sergipe e demais estados do Nordeste.

As investigações  tiveram sucesso no domingo à noite, na cidade de Tucano, quando, além de Tatu, foram presos Fábio Henrique da Cruz, 32 anos, Ermano Vyctor de Deus da Silva, 21, e Leonardo Carlos Hansen da Silva, 34. A carreta  bitrem foi trazida para a superintendência da PF em Sergipe e toda droga foi retirada. Segundo Márcio Rodrigues, antes de transportar a pasta base de cocaína, a carreta bitrem estava com um carregamento de açúcar.

Felizardo dos Santos Saraiva, 45 anos

Dupla que sequestrou vítima em Aracaju é presa em Maceió

28 de Junho de 2018

Equipes do Centro de Operações Policiais Especiais (COPE), da Polícia Civil de Sergipe, prenderam o taxista Madson Gomes Wanderley Jatobá, 35 anos, e Felizardo dos Santos Saraiva, 44 anos, que eram investigados por um crime de extorsão mediante sequestro, consumado em setembro de 2017. Os dois foram detidos nesta segunda-feira em Maceió (AL), onde moravam. A ação contou com o apoio do com o apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público alagoano, e dos núcleos de inteligência das polícias dos dois estados.

Na oportunidade do crime, Felizardo manteve contato com a vítima por meio de um anúncio de venda de uma valiosa residência em Aracaju, passando-se por interessado na compra. Após o contato, na manhã do dia do crime, o indivíduo, na companhia de uma jovem que simulava ser sua companheira, foi recebido pela vítima a fim de conhecer a residência.
Quando o casal acessou o interior da casa, Felizardo sacou uma arma anunciando o assalto, viabilizando a entrada de Madson, o terceiro suspeito a participar da trama criminosa. Insatisfeitos com o resultado negativo das buscas por dinheiro e objetos de valor na residência, a jovem manteve reféns a esposa e um filho do casal, enquanto seu marido foi levado pelos outros dois indivíduos até uma loja de veículos, onde venderam a caminhonete das vítimas.
O valor foi transferido para uma conta bancária da vítima que foi levada até à agência respectiva e, sob coação e ameaças, vendo sua esposa e filho reféns, sacou a quantia de R$ 65 mil e entregou a Madson, que o acompanhava. Após o saque do valor na agência bancária, os suspeitos retornaram para a residência onde sedaram, amarram e trancaram as vítimas em um cômodo para que não pedissem socorro e empreenderam fuga.
As investigações apontaram inicialmente para Madson, taxista em Maceió, e que já respondeu por homicídio. A partir das imagens do seu histórico criminal em Alagoas, foi realizado exame de Identificação Facial Forense pelo IML/SE, comprovando se tratar do indivíduo que acompanhou a vítima até a agência bancária para efetivação do saque.
Na sequência, Felizardo foi identificado, condenado por assalto à mão armada no Distrito Federal, assalto a residência em Goiás, perpetrado de forma semelhante ao caso em Aracaju, e por tráfico de drogas em Pernambuco, onde respondeu ao processo com nome falso de Sandro dos Santos e atualmente cumpre pena em regime aberto com esta identificação falsa gerada a partir da compra de uma CNH ideologicamente falsa.

Aderaldo da Conceição Lima 32 anos

Quadrilha acusada de praticar assaltos é presa na Barra dos Coqueiros

12/09/2011

Os acusados usavam este táxi para praticar os assaltos (Foto: SSP/SE)
O quarto acusado é Atyla Sidney

Nesta segunda-feira (12) quatro homens foram presos na barreira da Companhia de Polícia Rodoviária Estadual (CPRv), no município da Barra dos Coqueiros. A quadrilha foi presa dentro de um táxi, no porta malas do veículo a policia encontrou duas armas e munição.

De acordo com o delegado João Martins, as prisões foram realizadas após denúncia anônima. “Ontem à noite recebemos uma informação através do disque denúncia que nos avisaram de um táxi que seria usado para a prática de assaltos na região da Barra”, revelou.

A partir da informação a polícia se posicionou em lugares estratégicos para averiguar a veracidade das informações e interceptar os suspeitos.

Segundo a polícia, os acusados confessaram a participação em atos criminosos e um deles já tinha mandado de prisão preventiva na comarca de Estância. “Descobrimos também que eles costumavam agir nos municípios de Carmópolis, Rosário do Catete e Estância”, afirmou o delegado.

Os acusados são Iverton Borges da Silva, 23 anos, Welington Luiz Cabral, 22 anos, Átila Sdidney Santos Franco e Aderaldo da Conceição Lima, conhecido como “Del”.

Adriano de Jesus Santos 38 anos

28/11/2016

Uma ação rápida de militares da 3ª Companhia do 8º Batalhão de Polícia Comunitária (3ª Cia/ 8º BPCom), na noite desse domingo, 27, resultou na prisão de quatro pessoas em posse de três armas no bairro São Carlos. Entre os detidos, indivíduo conhecido como “Adrianinho”, recém-foragido sistema penitenciário.

As guarnições Canguru 02 e 04 faziam blitz na Avenida Santa Gleide, quando avistaram um veículo Fiat/Palio manobrar bruscamente e empreender fuga. De imediato, os policiais iniciaram a perseguição ao carro, que acabou colidindo. Dos cinco ocupantes, um conseguiu fugir, mas o quarteto restante foi detido com três armas de fogo.

 

O grupo foi identificado como Beatriz Santana Gomes, de 21 anos; Jeferson L. dos Santos, de 23 anos; Igor Luiz Messias Santos, de 23 anos; e Adriano de Jesus Santos, de 34 anos, que no momento da prisão apresentou um documento de identificação com o nome de Felipe de Almeida Pérpetuo, de 25 anos. Adrianinho estava foragido do Presídio Regional Senador Leite Neto, em Nossa Senhora da Glória, desde julho.

Além dos adultos, também havia uma criança no carro, supostamente filha da mulher. Com os infratores, a polícia apreendeu três armas de fogo, munições, oito celulares e vários relógios de pulso. O caso foi levado à Delegacia Plantonista, onde o Adrianinho confirmou a sua verdadeira identidade.

“Adrianinho”

De acordo com informações policiais, Adrianinho é considerado um criminoso de alta periculosidade. Em sua ficha criminal, constam cerca de 17 homicídios, uma fuga do sistema prisional, entre outras práticas delituosas. Em um dos casos, o infrator chegou a foragir fantasiado de mulher.

 

Fonte: SSP/SE

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: